‘Jurassic World: Reino Ameaçado’: Os dinossauros estão em perigo (como sempre)

Edição Brasil no EL PAÍS Carlos Boyero

A filmografia de um diretor chamado J. A. Bayona é muito curta, mas seu crédito comercial impressiona. A ponto de o império Spielberg ter recorrido a ele como condutor do filão sáuriu para que os cofres continuem cheios e felizes. Acho que Jurassic World: Reino Ameaçado é a quinta criatura gerada pela saga. Não tenho de cabeça o número exato, minha memória resiste a isso em nome da higiene mental. O mesmo acontece com as cansativas guerras galácticas (que horror a juventude dispensável Han Solo em meio a uma fotografia escura que agride a visão), super-heróis de papelão (para o inferno com os vazios, barulhentos e insuportáveis Vingadores) e até a estratégica incursão do sábio Spielberg em realidades virtuais, videogames e outras coisinhas modernas e aparentemente imprescindíveis no enjoativo Ready Player One. Também constato que na maioria desses filmes os planos não duram mais de dez segundos. Imagino que por terem certeza de que os espectadores desertariam de tudo o que não fosse frenético.

Seguir leyendo.

, , , , , , , , , , ,

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

%d bloggers like this:
Read previous post:
Crónicas poéticas de Marwan (1): Empieza el Mundial

El poeta y cantautor aportará su visión personal en verso de lo que suceda en Rusia

Close